< Notícias & Insights

Inteligência Artificial consegue ter criatividade?

Um dos painéis do segundo dia de Web Summit, apresentado por Mary-Ann Russon, François-Xavier Pierrel, Edith Yeung e Sean MacDonald trouxe a temática do uso de Inteligência Artificial para desenvolver campanhas a partir de dados. 

Esta nova concepção do uso da Inteligência Artificial se contrapõe à tradicional visão de que a IA não seria útil no campo criativo. 

Com uma quase infinita capacidade de processamento de dados, o desenvolvimento da capacidade de criação na IA pode ser o prenúncio de uma nova era do Machine Learning, trazendo uma revolução de escalabilidade para as áreas criativas.

Como funciona a “criatividade” da IA?

De acordo com Mark Twain, não existem ideias novas, apenas cópias e diferenciações de conceitos que já existem e já foram criados anteriormente. A conexão entre estes conceitos de diferentes formas poderia gerar o que chamamos de ideias.

Sendo ou não verdade, a construção de Inteligências Artificiais capazes de processar quantidades massivas de dados e usá-los para criar algo novo seguiria uma lógica parecida com a ilustrada por Twain.

Se tanto a mente humana quanto a IA teriam a sua “criatividade” limitada aos dados a que têm acesso, máquinas poderiam superar humanos porque conseguem processar muitos dados em um curto espaço de tempo.

Há razões para temer o avanço da IA?

De acordo com a matriz “risco de substituição” de Kai Fu Lee são as profissões associais e em ambiente estruturado que apresentam maior tendência à substituição por Inteligência Artificial.

Com o avanço do Machine Learning, estariam as profissões criativas ameaçadas de substituição também?

Mesmo as profissões cuja base principal é a criatividade se apoiam em métricas e dados concretos para basear as análises e escalar campanhas. As profissões criativas também têm uma forte necessidade de ter uma base concreta.

A ideia não é substituir o departamento de Marketing por robôs, e sim dotar o time de Marketing com IAs capazes de realizar o trabalho “braçal” que ocupa uma quantidade significativa do tempo dos criativos.

Usar a Inteligência Artificial como aliada permite potencializar a escala de campanhas, permitindo aos profissionais de criação alcançar novos patamares.

O futuro é agora

As possibilidades trazidas pelo Machine Learning, Big Data e Inteligência Artificial são infinitas, levando a humanidade a avanços que antes seriam impossíveis. 

Com tantas possibilidades de otimização, a demanda por especialistas em IA tem alcançado recordes. Se sua empresa está em busca por estes profissionais, fale conosco aqui.

E se você atua em tecnologia, marketing, design e outras áreas digitais, encontre oportunidades competitivas em grandes empresas aqui.

Conheça o autor

Ana Luiza Magalhães

Fale comigo
Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *