< Notícias & Insights

Transformação digital e a nova Gestão de Talentos

Num momento em que muito se fala de transformação digital, é preciso pensar também em como se transformar pessoas.

Para uma empresa ser e permanecer competitiva, apesar de todo processo de mudanças tecnológicas e mercadológicas, é preciso ter uma boa política de gestão de talentos. Mas qual é o verdadeiro significado do termo?

Significado de Gestão de Talentos

Exemplos como equipes esportivas ou a organização de um Cirque Du Soleil demonstram como a gestão de talentos pode fazer a diferença.

A gestão de talentos é a transformação de visão e de interpelação nas políticas de contratação, treinamento e relacionamento com os colaboradores. É reter os talentos capazes de colaborar para os objetivos estratégicos do negócio e para a entrega de valor mais significativa para os clientes.

A gestão de talentos assume uma postura mais amigável e uma visão mais holística, diferente dos antigos modelos convencionais e limitados do RH para trabalhar os talentos.

Nas atividades de RH percebemos as ações mais voltadas aos processos. Em especial no Brasil, há um alto nível de burocracia, onde o departamento trabalha em grande parte do tempo em atividades formais e o capital humano é tratado como um recurso.

A gestão de talentos envolve uma postura colaborativa, que valoriza o aspecto humano, busca formas de reter talentos, mas também inova na postura, demonstrando preocupação em contribuir para a gestão de carreira dos colaboradores.

O impacto da transformação digital nas profissões

Atualmente os maiores talentos se sentem inseguros em relação ao seu futuro profissional. Eles se perguntam sobre se o seu trabalho continuará existindo no futuro próximo, sobre o que devem fazer para se atualizar e sobre qual será a resposta da empresa ao processo de Transformação Digital.

Essa importância sempre existiu e foi considerada pelas empresas mais bem-sucedidas. Do mesmo modo que toda organização compete por clientes, o faz por colaboradores. Na verdade, a competitividade em relação aos clientes é influenciada pela capacidade de reter os melhores talentos.

Esse é um efeito significativo da Transformação Digital, que agora faz com que qualquer empresa seja uma organização de dupla atividade. Ao mesmo tempo em que ela administra sua atividade principal, como manufatura, desenvolvimento, distribuição ou comércio, ela obrigatoriamente precisa gerir a tecnologia também.

Sem talentos, a tecnologia é fria e não gera o valor esperado para o cliente: quando não utilizada com criatividade, de forma humanizada e voltada para resolver um problema relevante para o mercado.

Gestão de talentos: as melhores práticas

Na gestão de talentos, um papel importante do departamento de gestão de pessoas é garantir uma experiência positiva em todo o ciclo de vida do colaborador na empresa. Os 37% dos entrevistados na pesquisa, que percebem sua organização bem-sucedida nessa tarefa, têm 1,3 vezes mais probabilidade de relatar melhora de desempenho e 2,7 vezes de eficácia no gerenciamento de talentos.

Os aspectos que facilitam essa atenção com a experiência dos colaboradores são a agilidade de respostas na montagem de equipes e a alocação de talentos em situações que permitam que eles apoiem as estratégias do negócio. Quanto mais alinhadas as equipes de pessoal com a estratégia organizacional, melhor o resultado da valorização dos talentos. 

A gestão de talentos é carregada de aspectos marcantes do ambiente corporativo atual. Pessoas procuram e confiam mais em empresas autênticas, conscientes de seus papéis sociais e da importância dos seus colaboradores nesse contexto. Por isso, negligenciar a relação à gestão de talentos pode prejudicar a inserção da empresa no ambiente atual e de forma inovadora.

“A colaboração também permite que os funcionários se sintam mais conectados aos seus empregos e colegas de trabalho, reduz o estresse, e em geral, torna-os mais felizes e produtivos” – Forbes

A transformação digital é para pessoas. Ela visa facilitar processos, integrar a empresa e organizar as atividades interna e externamente. A gestão de talentos está inserida nesse contexto. Gestão de Talentos é cuidar bem dos talentos da sua empresa e fomentar a colaboração.

The Bridge
Especialistas em profissionais de design e tecnologia estão à disposição para esclarecer suas dúvidas. Quer saber mais sobre esses assuntos? 

Entre em contato com nossos especialistas:

Marcos Alves, General Manager, Brasil

Fale com Marcos

Bernardo C Wertheim, CEO, Latam 

Fale com Bernardo

Conheça o autor

Ana Luiza Carvalho

Fale comigo
Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *