< Notícias & Insights

Brasil oferece Residência para Nômades Digitais Agitando o Cenário da Tecnologia Digital

As pessoas que se estabelecerem no Brasil e trabalharem remotamente para uma empresa em outro país terão agora direito a visto temporário e autorização para residir no gigante latino-americano. 

Isso está explícito em uma nova lei brasileira do Conselho Nacional de Imigração, vinculado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, e publicada no Diário Oficial da União publicada em 24 de janeiro de 2022. 

Provavelmente levará algum tempo até que os consulados realmente comecem a conceder os vistos, dizem as autoridades locais. (Paris Beacon)

O texto define “nômade digital” como “imigrante que remotamente, com o uso de tecnologias de informação e comunicação, é capaz de exercer no Brasil suas atividades laborais para um empregador estrangeiro”.

O interessado não pode ter qualquer tipo de contrato ou vínculo empregatício com empresas brasileiras. A intenção é incentivar esse tipo de trabalhador a se estabelecer em território brasileiro e trabalhar para empresas globais.

Impulsionando o crescimento da economia

O secretário nacional de Justiça e presidente do Conselho Nacional de Imigração, José Vicente Santini, explicou que os regulamentos respondem a uma tendência mundial e até contribuem para o setor do turismo.

“A remuneração dos nômades digitais vem de fontes externas, e os recursos que esses imigrantes trazem fazem crescer a economia nacional. Este é um passo importante para o Brasil promover um dos mais modernos modelos de trabalho”, destacou o secretário.

Estudos mostram que a pandemia acelerou uma tendência de longa data. Parte disso tem a ver com a ascensão do trabalhador freelance. Quase 50% dos millenials são freelancers.

O anglo-brasileiro Bernardo Carvalho Wertheim, fundador e CEO da Startup The Bridge Social e ex-nômade digital, concorda plenamente que os novos regulamentos de visto que abrem o Brasil para nômades serão muito benéficos para a economia brasileira.

“Nossa economia precisa de talentos em tecnologia, mesmo que trabalhem remotamente. Eles gastam seu dinheiro na comunidade. Eles interagem com a nossa comunidade local, ensinam-nos e elevam a fasquia. Qualquer país quer atrair talentos de alta qualidade, atrair dólares para a economia local e exportar conhecimento e não apenas materiais”, destacou Bernardo.

A Bridge está focada em ser uma rede global para profissionais de tecnologia e criação digital. Após abrir escritórios no Chile, Brasil, Colômbia, e México a empresa se estabeleceu recentemente aos EUA, com a abertura de um escritório em Miami. Bernardo acrescentou que o próximo passo será se estabelecer no Texas e em São Francisco.

Candidatos a nômades digitais no Brasil terão que apresentar comprovante de salário igual ou superior a US$ 1.500, ou ter um fundo de US$ 18.000 no banco.

Eles também precisarão anexar seguro saúde válido no Brasil e uma declaração de antecedentes criminais emitida no país de origem.

Os nômades digitais vêm aumentando nos últimos anos, principalmente com a chegada do coronavírus. O portal Nomad Life estima que em 2035 haverá aproximadamente um bilhão de trabalhadores levando essa vida. 

Segundo dados divulgados em fevereiro passado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em novembro de 2020 pelo menos 7,3 milhões de pessoas trabalhavam em casa no Brasil, o que representava 9,1% de todos os trabalhadores brasileiros, e um grupo mais propenso ao nomadismo. (Paris Beacon)

Impulsionando o turismo

As regras, disse o secretário nacional de Justiça, José Vicente Santini, estão em linha com a tendência mundial e também ajudam a impulsionar o turismo. “A remuneração dos nômades digitais vem de uma fonte no exterior, e os recursos trazidos por esses imigrantes aquecem a economia brasileira. Este é um passo importante para o Brasil na promoção de um dos modelos trabalhistas mais modernos”, afirmou.

Nômades Digitais são Incentivados em Salvador, Bahia

O programa Nômades Digitais foi lançado em 24 de janeiro de 2022 em Salvador na Prefeitura pelo Prefeito Bruno Reis. A iniciativa da prefeitura vai oferecer preços de hospedagem acessíveis, conexão wi-fi rápida e gratuita, espaços de trabalho em cafés e coworkings, acesso a parceiros de tecnologia, possibilidades de negócios e oportunidades de networking.

Os parceiros e demais empreendedores que se interessarem em atuar e permanecer em Salvador com possibilidade de extensão de quatro anos, podem acessar o site do Nômades Digitais para trabalhar e conhecer o mercado de tecnologia virtual da capital baiana. (Digital Nomads)

Ser um nômade digital significa que você decidiu se tornar independente do local, em vez de passar a vida preso a uma mesa de escritório. Você certamente não precisa comprar cursos para aprender a fazê-lo simplesmente porque isso não é um trabalho, mas um estilo de vida diferente.

O Brasil é um país de tamanho continental, maior que os EUA sem o Alasca e tem lindas praias, parques maravilhosos e florestas que podem inspirar o nômade digital em seu trabalho. Além da simpática e hospitaleira população local. População do Brasil: 213 milhões de pessoas.Uma pesquisa recente encomendada pela empresa alemã Statista especializada em pesquisa de mercado e consumo revelou que o Brasil é o quarto país onde as pessoas mais confiam nos empreendedores. Realizada em novembro de 2021, a pesquisa abrangeu 28 países em todo o mundo e ouviu 36 mil pessoas que foram questionadas se confiavam nas empresas (Rio Times Online).

Conheça o autor

Peter Howard Wertheim & Dayse Abrantes - International Journalists
Peter Howard Wertheim & Dayse Abrantes - International Journalists

peter.howard@thebridge.social dayse.abrantes@thebridge.social Jornalistas Internacionais

Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *